Cadê as minhas férias?

As pessoas passam o ano todo desejando uma folga, um feriado, o final de semana e aguardando as tão desejas e esperadas férias. 

Depois da maternidade ela virou um mito para mim. Porque não tenho coragem de viajar sem ela. Já fui uma criança que os pais viajavam e deixavam os filhos com a família. Eu nem ligava e ficava super bem. Mas, até agora, não consigo me desprender dela. Me apeguei de um jeito que viajar a sós está fora de cogitação. Morreria de saudade e ficaria em todos os lugares desejando que ela estivesse lá. ” Ahhhhh agora ela faria isso”, “Ela ia adorar isso!”.

Até quando viajamos juntas muda o local mas ainda assim a programação tem que se adequar as necessidades dela. A gente se diverte bastante, mas volto mais cansada do que já fui. Quem sabe usando ela for mais velha seja melhor aproveitada. Volto de uma viagem de férias desejando férias das férias. E quando estou super cansada, ela hiper agitada e eu tenho que resolver mil coisas dentro de casa. Fico querendo “jogar tudo pro alto” e “fugir”.

mulher nua tomando banho na banheiraPelo menos na folga eu penso. Eu sonho em como seria uns dias para mim. Como era antes de casar, ter cachorro, filhos e responsabilidades.Quando eu podia acordar até a hora que entendesse e ficar enrolando. Quando eu não precisava fazer comida alguma se eu não quisesse. Trocava até um fast food tranquilo de vez quando. E os banhos demorados? Ahhhhh naqueles dias frios um banho quentes. De renovar a alma…. Hummmm

Sair deitar e ler um livro em paz em silêncio. Resolver ir ao cinema e simplesmente ir. De tarde quem sabe. Conhecer um restaurante bacana. Sair para passear e ver as novidades das lojas ( vide livraria). Chegar em casa e ter a televisão só pra mim. Dormir quando eu bem entendesse. Namorar sem risco de ser pego. Aí o devaneio acaba e eu volto a minha realidade que é basicamente uma rotina.

Posso sonhar com dias comuns. Mas não trocaria por nada a vida que eu tenho. Eu amo acordar ao som de “mamãe”, fazer comida e testar novas receitas e ver a cara de alegria do marido e orgulho da filha ter comido ( quem tem filhos com dificuldade para comer vai me entender), cuidar da minha casa e ver meu cantinho do jeito que eu gosto. Já até me acostumei com os desenhos animados na programação da televisão e já tenho meus favoritos. E assistirmos juntas? Ahhhh isso não tem preço. Dividimos risadas. Criamos memórias.

Há problemas? Sim claro. Nada é perfeito. Mas prefiro minha vida assim imperfeita do que um devaneio solitário. Férias me parecem ótimas mas hoje não passam de um sonho distante.

Siga nosso Instagram e aproveite cada detalhe!

Join to Instagram