Como motivar uma criança a estudar?

Como motivar uma criança a estudar?

 

IMG_3185

Especialista em educação aponta os motivos das distrações e dá dicas de como estimular os jovens

Motivos não faltam quando o assunto é desinteresse pela escola e estudos: brincar, navegar na internet e ver TV. Além disso, existem os fatores socioemocionais que devem ser levados em consideração, como ansiedade, falta de motivação, dificuldade de concentração. Em meio a tantas razões, o que os pais podem fazer para estimular a vontade dos filhos nesse sentido? De acordo com Natália Germano, que possui mais de 15 anos de experiência na área de educação, “pais e educadores precisam estar atentos, pois, cada criança possui diferentes capacidades. Os estudantes que apresentam dificuldades de aprendizado acabam se sentido pressionados a estudar conteúdos que não estão preparados para entender ou acompanhar naquele momento. Isso gera bastante insegurança, que pode refletir na falta do interesse pelos estudos”.

Uma das dicas para mudar esse cenário é trabalhar a autonomia, uma importante capacidade a ser desenvolvida desde muito cedo e que tem impactos não só nos estudos, mas também em uma futura carreira profissional. Segundo a especialista em educação, é importante oferecer ferramentas para criança desenvolver essa habilidade. “No método Kumon, por exemplo, são aprimoradas as capacidades individuais e competências de cada estudante”.

Natália completa “na sala de aula tradicional, o mesmo programa é passado a todos, pois a diferenciação é feita segundo a série escolar e não a aptidão específica de cada estudante. As diferenças individuais são colocadas de lado, em nome do ensino coletivo. Isso faz com que o aluno seja estimulado a desenvolver habilidades, que também impactam positivamente na sua rotina de estudos e, consequentemente, em seus resultados na escola”.

Além disso, a expert também elenca dicas práticas para os pais inserirem na rotina dos pequenos:

  1. Estabeleça objetivos em curto e longo prazo
  2. Reconheça o esforço e celebre as pequenas conquistas
  3. Mesmo com uma nota de prova não esperada, incentive a criança a continuar e seguir em frente
  4. Não comente em público as dificuldades da criança ou o baixo rendimento escolar
  5. Esteja presente e mostre que está preocupado com o desenvolvimento dele.

“Os pais devem manter uma comunicação constante com a escola, buscar observar o comportamento da criança ao fazer as tarefas escolares, analisar o grau de dificuldade ou quais perguntas faz para conseguir resolvê-las. Na escola ou em casa, pode-se propor uma revisão de alguns conteúdos, ou buscar colegas, um irmão ou até alguém mais distante, que podem ajudá-lo”, diz Natália.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nosso Instagram e aproveite cada detalhe!

Join to Instagram