Crianças e palavrões: o que fazer?

1398964932439Falar palavrões não é lá muito bonito para os adultos, mas muitas vezes sai sem querer, não é verdade?  Quando se trata de crianças falando palavrões então… Além de ser muito feio para um consenso geral, essa mesma criança passa a ser vista como uma má companhia pelos pais dos amigos, podendo ser rotulada como mal educada e por aí vai.
A criança aprende os palavrões em algum lugar… Seja na escola, seja em casa, com um filme ou em outro lugar, ela primeiro ouviu para depois reproduzir.

Tudo o que falamos é ouvido pelas crianças, então como vamos repreender um comportamento que nós mesmos temos? Se você fala palavrão, se esforce para suspender esse hábito! Troque os termos “feios” por termos mais neutros, como: caramba, poxa vida, etc. Se a criança já está imitando os palavrões de casa, converse com ela explicando que estas palavras ofendem e são desrespeitosas e que vocês (adultos) querem parar com este hábito feio. Em seguida, peça a “ajuda” da criança, dizendo que se alguém disser palavrão em casa, ela tem que avisar para essa pessoa (que muitas vezes nem repara que falou). A criança vai entrar no “jogo” e vai gostar de “supervisionar” os palavrões.

Quando a criança está ouvindo fora de casa, ou seja, quando os palavrões vêm da escola, dos amigos ou de outro lugar, é preciso conversar e explicar que não devemos imitar tudo o que vemos, ainda mais se tratando de coisas feias. Por último, explique que os palavrões são feios porque ofendem, não são respeitosos e incomodam, logo,não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você.

Dicas importantes:

-Não ria quando o seu filho disser um palavrão! Caso ele invente um vocabulário engraçado como “cabeça de xixi”, não demonstre que achou graça, pois isso vai incentivá-lo a continuar. Apenas diga que você não entendeu o que ele disse porque isso não faz sentido. Sempre com calma!

-Mantenha-se neutro! Repreender brigando ou achar graça e rir vai fazer com que a criança perceba que pode chamar a sua atenção instantaneamente através de termos feios. É como um super poder! Se for um palavrão de verdade, diga com calma e um tom de desinteresse que essa palavra não deve ser usada: “essa não é uma palavra que você pode falar em nesta casa ou perto das pessoas”.

-Não permita que a criança consiga o que quer dizendo palavrão! Você não pode dar o sorvete se ela falou palavras feias.

-Ensine palavras divertidas como “shazam” ou “carambola”, substitua as palavras feias por termos assim.

 

 

 

 

Por Isabela Leal

Siga nosso Instagram e aproveite cada detalhe!

Join to Instagram