No dia da Matemática, 24 desafios em 24 horas

O Dia da Matemática, também conhecido como Dia do Matemático ou Dia Nacional da Matemática, é celebrado anualmente hoje, dia 6 de maio.

A data é destinada a homenagear os profissionais dedicados a essa área do conhecimento, considerada essencial para o processo de evolução das sociedades.

Além disso, o dia visa incentivar o interesse dos alunos pela matemática, a partir da aplicação de metodologias de ensino dinâmicas e didáticas por parte das escolas.

Visando isso, o Kumon preparou muitas atividades para quem gosta de desafios! Tem vários níveis de exercícios e toda família pode participar.

Serão 24 desafios em 24 horas.

Para mais desafios acesse o site do Kumon ou as páginas do Kumon no Facebook e Instagram, no @Kumon_br

Só não esqueça de colocar o resultado e o tempo, hein?

Vamos nessa?

 

 

Se quiser mais desafios, acesse o site do Kumon ou as páginas do Kumon no Facebook e Instagram, no @Kumon_br

A Origem do dia da Matemática 

Esta data é comemorada informalmente pela Sociedade Brasileira de Educação Matemática há muito tempo, mas apenas com a lei nº 12.835, de 26 de junho de 2013, que o Dia da Matemática passou a ser oficialmente reconhecido no país.

A escolha do 6 de maio é uma homenagem a Júlio César de Mello e Souza, professor de matemática e escritor brasileiro que nasceu em 6 de maio de 1895, no Rio de Janeiro.

O Homem que Calculava, a sua obra de maior sucesso (e um dos maiores sucessos de venda da literatura brasileira em todo o mundo) já foi traduzido para doze idiomas. O pseudônimo que utilizava era Malba Tahan, em quase todos os seus 69 livros de contos.

Sobre o Kumon

Criado no Japão em 1958, pelo professor Toru Kumon, o método utiliza os chamados exercícios-guia para que o aluno realize as atividades com o mínimo de intervenção do orientador. Somente após absorver totalmente a informação, avançam para os níveis subsequentes. “O aprendizado segue na simplicidade do papel e lápis. O que se escreve de próprio punho não se esquece, e é isso que faz com que o Kumon esteja em tantos países”, diz Masami Furuta, presidente da empresa no Brasil. O método está presente em 50 países e reúne mais de 4 milhões de estudantes. No Brasil são aproximadamente 1500 unidades em 550 cidades, somando mais de 160 mil alunos, dos 180 mil na América do Sul.

Siga nosso Instagram e aproveite cada detalhe!

Join to Instagram