O primeiro contato com a morte

295537_488722991188811_442670740_nBianca teve com um ano e um mês a sua primeira perda. Perdeu sua cachorrinha ( Para quem não sabia tínhamos dois a Nina e o Hulk).

Domingo (21) no começo da noite enquanto meu marido levava ela para passear ela foi atropelada. Ele trouxe em prantos para casa e dizia que ela tinha morrido, ele gritava tamanha era sua dor. Mas não parecia. Parecia apenas que ela estava dormindo, não sangrava, não tinha nada.

Procurei uma emergência veterinária próxima e ele a levou. Antes de ir ele agasalhou ela e pediu que nos despedíssemos dela, eu, a Bianca e o Hulk (nosso outro cachorrinho). Nos despedimos cada um de sua maneira. Eu não conseguia conter as lágrimas, a Bianca que não tinha consciência ( nem tem) do acontecido, deu seu último carinho na barriga dela, e o Hulk chorou.

Chegando na emergência deram óbito. Ele voltou com ela para casa, porque a sugestão de deixar ela lá para jogarem em um saco plástico nos ofendeu.

Então colocamos ela agasalhada na geladeira para decidir o que fazer. Não dormi a noite toda porque tudo parecia irreal demais. Me veio a mente de como a vida é efêmera e o que minha mãe sempre dizia:  “Para morrer basta estar vivo”.

E hoje pela manhã ela foi cremada. Tudo é tão triste que me faltam as palavras…

DSC03477Perdi uma “filha”. Quem tem animal de estimação e o ama sabe porque me refiro a ela assim. Já estou com saudade dos seus latidos insistentes, da sua carência sempre em busca de mais carinho, do seu amor incondicional… Porque, diferente de muitos seres humanos, o cão SABE amar incondicionalmente.

Nina tinha completado três anos dia 19, e era uma yorkshire linda, boa e NUNCA mordeu nem brigou com cachorro nem com ninguém. Vai em paz minha pequeNINA.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Nina no seu primeiro dia em casa

Comentários

4 Comentários
  1. postado por
    Elaine Rocha
    jul 23, 2013

    Ai amiga fiquei chocada quando vc me falou…meus sentimentos a vocês!!!
    Sou testemunha de todo cuidado q vcs tem com esses bebezinhos peludos,até festinha eles tinham rs,e quando vieram aqui em casa ameeei ve-los e amava a Nina muito carinhosa muuito muito…estou muito triste…q Deus conforte o coração de vcs!!!! :(

  2. postado por
    Yumara Kellen
    jul 22, 2013

    Minha amiga. Estou sem palavras. Muito triste isso. Sei bem como vc amava a Nina, e eu entendo muito bem quando vc se refere à ela chamando-a de filha. Sinto muito pela perda. :(

  3. postado por
    Estela
    jul 22, 2013

    Caramba, que coisa mais triste…. 
    Também não me imagino sem minha filhota… imagino sua dor!
    Realmente os cães nos amam de forma incondicional, ficam felizes até qdo saimos do banheiro!!
    Absurdo nos dias de hoje não ter o que fazer quanto ao sepultamento desses membros de nossas famílias!
    Que Deus conforte teu coração e te dê forças!!!

  4. postado por
    MARILANA
    jul 22, 2013

    SINTO MUITO,IMAGINO SUA DOR.GOSTAVA MUITO DA NINA, COMO SEMPRE TE FALAVA, ELA ERA CARINHOSA DEMAIS, COM TODOS, UMA CADELINHA EXEMPLAR.REALMENTE UMA GRANDE PERDA. QUE DEUS CONFORTE SEU CORAÇÃO,ESTOU DE LUTO COM VC.

Siga nosso Instagram e aproveite cada detalhe!

Join to Instagram