Petit Suisse, os famosos danoninhos, são realmente saudáveis?

petit suisseO Petit Suisse é um queijo fresco, não maturado, obtido pela coagulação do leite desnatado com coalho ou enzimas e bactérias sendo fermentado, pasteurizado e tem uma alta concentração de leite de vaca. Pode ainda haver acréscimo de condimentos, como frutas. O processo de fabricação desse queijo proporciona uma consistência mais densa, alta umidade, maior teor de proteínas (mínimo de 6%) e cálcio.

Os queijos tipo Petit Suisse precisam ser consumidos com atenção. Alguns têm menos da quantidade de minerais declarada e TODOS abusam na quantidade de açúcar.

Não é porque sua mãe te dava ou sua avó dava pra sua mãe ou você deu pro seu filho mais velho, enfim, e nunca aconteceu nada, que você também precisa fazer o mesmo.A s conseqüências não vem agora. E sempre aumenta a probabilidade do seu filho ter uma doença associada a alimentação,  comendo inadequadamente ele está mais perto de ficar doente do que a criança que come corretamente. Você quer isso pro seu o seu filho? Eu não.

Os estudos evoluíram, as pesquisas também… E estão ai pra quem quer seguir, e sinceramente, não entendo por que as mães fazem do danoninho algo indispensável, se na verdade ele não faria falta alguma..Se a mãe não der, o bebê não vai conhecer e, conseqüentemente, não irá sentir falta nem pedir.

Os mais conhecidos são os Danoninho, Chambinho e Ninho Soleil. Entretanto, em uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira dos Direitos do Consumidor, revelou que ele tem muito mais corantes e muito mais açúcar do que se imagina, e ao contrário do que anunciam, não tem a quantidade de vitaminas e ferro citadas.

Dá uma olhadinha nos ingredientes que vêm no rótulo:

LEITE DESNATADO, XAROPE DE AÇÚCAR, PREPARADO DE MORANGO (ÁGUA, FRUTOSE, POLPA DE MORANGO, CÁLCIO, FÓSFORO, AÇÚCAR, AMIDO MODIFICADO, ZINCO, FERRO, VITAMINAS D E E, ESTABILIZANTES GOMA XANTANA, GOMA CARRAGENA E CARBOXIMETILCELULOSE, ACIDULANTES ÁCIDO TARTÁRICO E ÁCIDO CÍTRICO, AROMATIZANTE, CONSERVADOR SORBATO DE POTÁSSIO E CORANTE NATURAL CARMIM), CREME DE LEITE, CÁLCIO, CLORETO DE CÁLCIO, FERMENTO LÁCTEO, QUIMOSINA E ESTABILIZANTES GOMA GUAR, CARBOXIMETILCELULOSE, GOMA CARRAGENA E GOMA XANTANA. CONTÉM GLÚTEN. PODE CONTER TRAÇOS DE CASTANHA DE CAJU.

Pesquisa Proteste sobre Petit Suisse: 

Açúcar demais, proteína de menos
Conforme apuramos em nosso teste, os petit suisse apresentam açúcar em excesso, o que é prejudicial à saúde das crianças, que acabam se acostumando ao paladar doce desde cedo. Se uma criança de 7 a 10 anos consumir um potinho, estará ingerindo 27% do limite diário máximo de açúcar de absorção rápida. Se tiver de 4 a 6 anos, 32%. Valor muito acima do ideal recomendado – no máximo, 10%.

Fonte de cálcio e outros minerais
Embora sejam fontes comprovadas de minerais e proteínas, os testes provaram que os petit suisse não contêm a quantidade de minerais declarada no rótulo. Os maiores problemas foram detectados nos teores de ferro e cálcio: as quantidades informadas no rótulo eram inferiores às realmente existentes no produto. 

Marcas testadas
– Batavinho Chambinho;
– Danoninho;
– Itambezinho;
– Ninho Soleil;
– Parmalatinho;
-Vigorzinho;

No Brasil, a anemia ferropriva (por deficiência de ferro) atinge mais de 50% da população infantil entre 6 a 24 meses de idade, está presente em todas as classes sociais, onde a condição financeira não exerce grande influência para esta prevalência. Sendo assim, já é um problema de Saúde Pública mundial.

Há um grande costume de oferecer o Petit Suisse como sobremesa logo após o almoço ou jantar. Geralmente, nessas refeições são servidos alimentos que tem bons teores de ferro e ótimos para prevenção da anemia. Já o Petit suisse é rico em cálcio e no organismo, esse micronutriente compete com o ferro no momento da absorção e, quimicamente, o cálcio ganha essa competição e o ferro, sem ter para onde ir, é descartado nas fezes.

É importante dizer que, com essa adição tão grande de açúcar, os Petit suisse não são sobremesas e sim guloseimas! Com isso, merecem atenção, já que a recomendação das necessidades diárias informadas no rótulo é de uma criança de 4 anos, ou seja, uma criança de menor idade consumirá um valor bem mais alto de açúcar do recomendado para sua faixa etária.

Portanto, moderação!! ATENÇÃO! Crianças com intolerância à lactose ou com alergia à proteína do leite de vaca não devem alimentar-se do Petit suisse. Vale lembrar que o Petit Suisse só deve ser introduzido na alimentação da criança após os 18 meses de vida, devido à imaturidade do organismo. Caso seja introduzido antes dessa idade, pode sobrecarregar os rins, gerando futuras complicações. Além de que os corantes e conservantes desses produtos podem provocam alergias e, alguns estudos, apontam que esses aditivos em excesso são um dos potenciais causadores da hiperatividade em crianças.

Petit-Suisse-Danoninho-CaseiroExistem opções saudáveis que podemos fazer em casa mesmo.
Faça você mesmo o seu “Petit Suisse”:
– 300g de ricota 200ml de leite desnatado;
– 1 colher (sopa) de óleo de canola;
– 400g de morangos maduros ou 3 bananas.
Bata todos os ingrediente no liquidificador ou no mixer. Rende uns 10 potinhos do tamanho da embalagem comercial.

 

 

 

Pesquisa portal educação e proteste.

 

Siga nosso Instagram e aproveite cada detalhe!

Join to Instagram